Antes

Qua 29 Mar 2017 | 22:00 | auditório TAGV ( lotação limitada)
end - festival encontros de novas dramaturgias '17

Sinopse

Muitas cidades ou países apresentam um malaise distinto. São lugares que podiam ser Portugal, de tão afundados numa dolorosa Saudade do passado, e onde cada tensão do presente é apenas a ponta de um iceberg que se explica em recuos sucessivos que podem ir até à origem das espécies, pelo menos. Esta nostalgia é muitas vezes apresentada como um diagnóstico, uma negação de um presente doloroso em oposição ao desejo de regressar a um passado glorioso. A convite da DEVIR (e em colaboração com o END – Festival Encontros de Novas Dramaturgias) Pedro Penim cria um espetáculo que começou com uma residência na vila de São Brás de Alportel no Algarve (em tempos chamado gharb al-ʼandalus) e que se desenvolverá ao longo do ano de 2017.

Ficha Técnica

Texto e encenação Pedro Penim

Interpretação Frederico Serpa e Pedro Penim

Iluminação Rui Monteiro

Assistência geral e produção executiva Bernardo de Lacerda

Assistência à produção Teatro Praga / Bruno Reis

Este projecto é uma encomenda da 3ª edição do Festival Encontros do DeVIR / DeVIR/CAPa desenvolvido em colaboração com o END – Festival Encontros de Novas Dramaturgias, Teatro Académico de Gil Vicente), O Festival Temps d’Image e o Teatro Praga

O Teatro Praga é uma estrutura apoiada pelo Ministério da Cultura / DGArtes

Espetáculo em inglês e sem legendagem

Conversa com Pedro Penim após o espetáculo

Duração do Espectáculo

30 min

Faixa Etária

M12

Preçário

€5
  • partilhar: