Cut, frame and border / Christiane Jatahy (BR)

Sex 16 Set 2016 | 18:00 | Convento São Francisco (lotação limitada)
apresentação pública :: ÉCOLE DES MAÎTRES

Sinopse

Cut, Frame and Border tem como referência a obra do cineasta Robert Altman short cuts. As relações na contemporaneidade, paisagens de uma realidade social que se comprime e explode; em cidades partidas, em apartamentos espremidos, em choques e violências, em grandes diferenças sociais, em fronteiras invisíveis e visíveis; uma espécie de crónica fragmentada do que se olha em volta ou, por outras palavras, da experiência coletiva da pólis. A performance acontece simultaneamente em cena e fora de cena. Imagens, mostradas em monitores, captadas por câmaras de segurança que revelam o interior do camarim e também os espaços em torno do teatro.

Ficha Técnica

A partir da obra “Short Cuts” de Robert Altman

Encenação Christiane Jatahy

Assistência de Encenação Henrique Mariano, Paulo Dantas

Interpretação Arianna Di Stefano (IT), Astrid Meloni (IT), Alix Riemer (FR), Ana Vilela da Costa (PT), Clementine Colpin (BE), Fortunato Leccese (IT), Ines Dubuisson (BE), João Villas-Boas (PT), Karim Bel Kacem (FR), Laura Laboureur (BE), Maëlle Poesy (FR), Matteo Ramundo (IT), Natalie Beder (FR), Pauline Desmet (BE), Teresa Coutinho (PT), Vera Kolodzig (PT)

Informações Adicionais

A encenadora Christiane Jatahy (Brasil), autora, diretora de teatro e cineasta é reconhecida pelos trabalhos “Conjugado”, “A Falta que nos move ou Todas as histórias são ficção” e “Corte Seco”. Dirigiu o filme “A Falta que nos move”. filmado durante 13 horas contínuas, sem corte, por três câmaras na mão. O material foi editado e hoje é um longa metragem que viajou para festivais de cinema nacionais e internacionais e permaneceu 12 semanas em cartaz nos cinemas brasileiros. Dirigiu em Londres o projeto “In the comfort of your home” um doc/vídeo instalação de performances de 30 artistas brasileiros em casas inglesas. Atualmente viaja com “Julia”, trabalho com o qual ganhou o Prémio Shell de Melhor Direção em 2012. Em 2013 desenvolveu o projeto de instalação audiovisual e documentário “Utopia.doc” em Paris, Frankfurt e São Paulo. Estreou em 2014 no Espaço Sesc a criação “E se elas fossem para Moscou?” a partir da obra “As três irmãs” de Anton Tchekhov, uma peça e um filme simultâneos mostrados em dois espaços diferentes. Atualmente, Christiane Jatahy é artista associada do Odeon Theatre d’Europe do CentQuatre em Paris.

Preçário

Entrada gratuita
Bilheteira Convento São Francisco (todos os dias 15h00-20h00)
Bilhetes disponíveis a partir do dia 12 de Setembro :: 15h00
Levantamento obrigatório de bilhete na Bilheteira Convento São Francisco.
Não são aceites reservas
  • partilhar: