O MEU TIO

Seg 05 Out 2015 | 21:30 | Auditório
espECIAL jacques tati/filmes em cópias digitais restauradas > CINEMA À SEGUNDA

Sinopse

O senhor e a senhora Arpel têm uma casa moderna num quarteirão assético. Eles têm tudo, conseguiram tudo, na casa deles é tudo novo: o jardim é novo, a casa é nova, os livros são novos. Neste universo tão confortável, tão clean, tão hich-tech, tão bem programado, o humor, os jogos e a sorte não têm lugar. E o filho Gérard aborrece-se de morte. É então que irrompe o irmão da senhora, o tio, o Sr. Hulot. Personagem inadaptada, habituada ao seu mundo caloroso, vai, para delírio do sobrinho, virar tudo de pernas para o ar.

Tati satiriza a “vida moderna”, nomeadamente a arquitetura modernista de que a casa do filme (feita a partir de uma colagem de casas reais) é caricatura. É também o filme em que Tati corta definitivamente as amarras com o naturalismo na banda sonora. Tati faz do seu Hulot uma criança grande conduzindo as mais pequenas à descoberta do mundo e dos prazeres simples.

Ficha Técnica

Realização Jacques Tati

Argumento Jacques Tati e Jacques Lagrange

Com Jacques Tati, Dominique Marie, Jean Pierre Zola, Adrienne Servantie e Lucien Fregis

Ano 1958

Título Original Mon Oncle

País França

Data de estreia em Portugal 20 de agosto de 2015 (versão restaurada)

Parceria Leopardo Filmes

Festivais e Prémios

Festival de Cannes 1958 – Prémio Especial do Júri

Óscares 1959 – Melhor Filme Estrangeiro

Duração do Espectáculo

1H50

Faixa Etária

M/ 6

Preçário

€4
€3 [< 25, Estudante, > 65, Grupo ≥ 10, Desempregado, Parcerias]
€12 [4 sessões // Especial Jacques Tati]
  • partilhar: