Sem Chão Sem Fim // Dia Mundial da Dança

Sex 29 Abr 2016 | 21:30 | Auditório
Dia Mundial da Dança > Abril Dança em Coimbra

Sinopse

“O corpo move o meu ser. Provoco uma dança sem chão, sem fim, uma dança a céu aberto. Procuro assim entender os que procuram um caminho. Como procuro o meu, o meu melhor modo de ser, o meu atalho; e o meu caminho não sou eu, são os outros. Afinal o que sei eu de mim? Sinto-me eu e ao mesmo tempo desconheço-me. Será que existe um espelho interior? Se me abraçar com muita força será que me desfaço? E se te abraçar? Posso-te abraçar? A função do ar começa a ceder. O afeto segura-me em ti. Posso-te abraçar?”. Amélia Bentes

 

Sem chão Sem fim, surge na sequência do trabalho da coreógrafa em torno da corporalidade das emoções, em torno da ideia de ser e de sentir. Surge da necessidade de pensar o espaço que nos move e nos conduz ao outro, nos faz desejar, reagir, apaixonar. É uma criação plena de fisicalidade, humana, de grande emotividade e energia.

Ao som do piano e da harpa ao vivo, as imagens oníricas e a paisagem sonora, acompanham esta energia intensa dos corpos.

Ficha Técnica

Direção e coreografia Amélia Bentes

Interpretação Clara Marchana, Fran Martinez, Rita Rosa, Inês Queirós, João Abreu, Catarina Luis, Amélia Bentes

Música original Raul Pinto

Músicos ao vivo Raul Pinto (piano) Fran Martinez (harpa)

Luz Fábio Ventura

Produção executiva Amélia Bentes

Apoio ACCCA, Atlético Clube de Moscavida

Agradecimentos Joaquim Leal

Fotografia Joaquim Leal

Projeto financiado pela EGEAC (Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural – CMLisboa)

Coprodução Abril Dança em Coimbra Câmara Municipal de Coimbra, Teatro Académico de Gil Vicente

Informações Adicionais

Amélia Bentes, coreógrafa, intérprete e professora de dança contemporânea, faz parte das novas tendências da dança contemporânea e desenvolve um vocabulário próprio, de extrema fisicalidade, emoção e poeticidade nas construções coreográficas. As suas recentes criações caracterizam-se pela fusão artística, em especial com as artes plásticas, vídeo e pintura. É autora (desde 1997) de mais de duas dezenas de criações de dança e o seu trabalho tem sido apresentado na Holanda, Alemanha, Franca, Inglaterra, Itália, Espanha, Brasil e Portugal.

Como intérprete destaca o trabalho com a Companhia Amsterdam Dance Theatre (Holanda), Dance Alliance (Inglaterra) de Mary Fulkerson, no grupo Hard Knocks, dirigido por Yoshico Shuma, em Nova Iorque. Na Companhia Clara Andermatt (Portugal), foi intérprete e assistente coreográfica em várias produções. É diplomada pelo European Dance Development Center (Holanda). Fez várias formações com Paxton,  Stephen Petronio, Nadine Ganase (Companhia Rosas), Wim Vandekeybus, Carolin Carlson, Alan Platel, David Zambrano, entre outros. É docente na Escola Superior de Dança.

Duração do Espectáculo

50 min

Faixa Etária

M/6

Preçário

€7
€5 [< 25, Estudante, > 65, Grupo ≥ 10, Desempregado, Parcerias]
€10 [Mês da Dança]
Comprar Bilhete
  • partilhar: